I made this widget at MyFlashFetish.com.

Outro bloguinho. Clique aqui e faça uma visitinha!!

Seguidores

2 de out de 2010

O balde de água


Certo dia, um súdito veio ao encontro de sua majestade com uma grande dúvida e buscando uma resposta para seu questionamento:
- Meu rei venho lhe pedir um conselho devido o seu grande conhecimento e sabedoria, como poderei servir a Deus de forma correta e agradável aos Seus olhos, vivendo neste mundo repleto de pessoas cheias de pecados?
O rei parou, ficando alguns minutos em silêncio e em seguida olhando atentamente o seu súdito lhe entrega um grande balde e responde:
- Quero que você vá até a fonte que fica no centro da cidade, e traga-me água suficiente para encher este balde! Saindo assim, o súdito em várias idas e vindas conseguiu encher aquele grande balde até transbordar. Após verificar que a tarefa foi cumprida, disse-lhe o rei:
- Agora você irá dar a volta completa em torno da cidade, passando pelas principais ruas, carregando este balde, mas não poderá derramar se quer uma única gota d´água, pois mandarei soldados acompanha-lo, e caso você não cumpra as minhas ordens, eles cortarão a sua cabeça! Assustado o súdito ergue o balde e cuidadosamente inicia aquela ordem que parecia impossível de cumprir, mas passo a passo segue o percurso, com toda a atenção, cuidado e escoltado por guardas. Após o final da tarde, ele retorna ao palácio, cumprindo assim a sua missão.
- Aqui esta meu senhor, nenhuma parte foi derramada, e agora, em que isso vai me ajudar?
Mais uma vez com toda a sua serenidade, o rei pede que se sente ao seu lado e o indaga:
- O que estava acontecendo nas ruas da cidade hoje? O que você viu que poderia me descrever?
Sem hesitar, responde o súdito:
- Meu senhor, fui designado a fazer uma tarefa quase impossível, com a ordem de não poder derramar ser quer uma gota d´água, com guardas me seguindo, arriscado cortar meu pescoço, bastante concentrado e o senhor gostaria que eu observasse o que estava se passando ao meu redor? Perdoe-me meu senhor, mas em momento algum olhei em minha volta! Então o sábio rei demonstrando sua simpatia, com um sorrido, explica: - Aprendeste a lição, para seguirmos a Deus de forma correta, nos Seus caminhos e agradável aos Seus olhos, devemos cada um levar seu balde cuidadosamente, sem observar as situações adversas ao nosso redor. Devemos olhar para Jesus, e não para os pecados dos homens!

3 comentários:

Edgard ♠♦O Pierrot♥♣ Antonello disse...

Nossa gostei muito do que li por aqui, meus parabéns, vou seguir ok? Dá um pulo lá no meu e dá uma olhada, axo q vc vai gostar. Me siga tbm se possível :p

Aline Netto disse...

Oi Silvinha!
Como vc seguia o Devaneios, vim aqui para avisar que ele acabou, agora estou com um blog novo anota aí: www.datilografiaparamadores.blogspot.com
Espero que goste e siga também! Será muito bem vinda!
Beijos, querida!

Jessonalva FIGUEIRÔA disse...

Olá querida,

Somos seguidoras mútuas e hoje venho te visitar. Sobre o texto O balde de água, digo que de olhos fixos em Deus não perdemos tempo com situações que não levam a nada. Tenha uma boa noite querida.